A Disney Prometeu que Não terá Censura nos Animes que ela Licenciar

A Disney Prometeu que Não terá Censura nos Animes que ela Licenciar

A Disney Prometeu que Não terá Censura nos Animes que ela Licenciar

A Disney realizou um seminário de negócios durante o evento AnimeJapan 2022 voltado para empresas japonesas. E essa foi uma boa oportunidade para entendermos melhor a aproximação da empresa com o mercado japonês.

Gaku Narita (Diretor Executivo de Conteúdo Original) introduziu a apresentação invocando a nostalgia clássica da Disney como uma maneira de estabelecer um ponto comum. "Todos temos boas lembranças de clássicos como Branca de Neve e os Sete Anões", disse ele, descrevendo o amor pela Disney como uma força unificadora em todo o mundo. Ele então expôs as ambições da Disney no mercado de streaming, descrevendo brevemente o serviço Disney Plus e suas estatísticas de crescimento.

A Disney Prometeu que Não terá Censura nos Animes que ela Licenciar

O próximo palestrante foi Takuto Yawata (Chefe de Animação), que explicou que a Disney quer representar obras de todo o mundo, e afirmou que os animes são uma das "área de foco" da empresa. Ele disse que uma grande ênfase era na diversificação de conteúdo, e deduziu que eles não têm intenção de influenciar os criadores a se adequarem à marca tradicional da Disney. "Respeitamos profundamente as obras dos criadores japoneses, e vamos transmiti-las ao exterior do jeito que são", disse ele.

Em seguida, Yawata apresentou brevemente os animes japoneses que a Disney Plus transmitirá no Japão, que são: Yojouhan Time Machine Blues, Black Rock Shooter: Dawn Fall, Summertime Render (Summer Time Rendering) e Dance Dance Danseur.

Yawata também citou brevemente as séries Star Wars: Visions e Disney Twisted-Wonderland como exemplos bem sucedidos de colaboração os criadores japoneses com a Disney.

A Disney Plus foi lançada em novembro de 2019 e atualmente está disponível na América do Norte e do Sul, a maior parte da União Europeia, Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido, Índia, Japão, Cingapura, Malásia, Indonésia, Tailândia e outros países e territórios. A Disney também lembrou que o streaming dos novos títulos está "sujeito à disponibilidade local".

fonte: ANN
Manual do Otaku

"Uma chance num milhão é melhor que nenhuma chance!" – Dragon Ball

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem