O Estúdio MAPPA Explicou como Conseguiu a Licença para Produzir Chainsaw Man

O Estúdio MAPPA Explicou como Conseguiu a Licença para Produzir Chainsaw Man

O Estúdio MAPPA Explicou como Conseguiu a Licença para Produzir Chainsaw Man

Alguns dias após a conclusão do evento Anime Expo 2022, o popular portal Anime News Network divulgou uma entrevista realizada com a equipe de produção da adaptação para anime de Chainsaw Man, que é liderada por Manabu Otsuka (CEO da MAPPA), Hiroshi Seko (roteirista) e Makoto Kimura (diretor executivo), veja a entrevista abaixo:

Makoto Kimura, já que você supervisiona o desenvolvimento de vendas de novos negócios/projetos, como você coordenou com a Shueisha para obter os direitos de produzir a adaptação para anime de Chainsaw Man? Havia outros concorrentes?

Kimura: Como mencionado no painel, no estúdio MAPPA montamos uma proposta que indicava que estávamos muito interessados em adaptar o mangá. Falamos sobre o aspecto visual, a arte criativa e o aspecto financeiro. Propusemos que não teríamos um comitê, e que a produção seria 100% do estúdio MAPPA. Então conseguimos a licença. Esta é a primeira vez que algo assim acontece no estúdio MAPPA. Obviamente, tinha outras empresas que também queriam produzir as adaptações, mas nossa proposta foi a mais convincente. 


Ryuu Nakayama fará sua estreia na direção no anime Chainsaw Man. Por que o escolheu para liderar o projeto?

Quando criamos a equipe, queríamos ter certeza de que a equipe correspondia à idade do autor original, Tatsuki Fujimoto. A maioria dos membros da equipe são na verdade uma geração mais jovem, exceto nós três [Otsuka, Seko e Kimura]. Isso é algo que era importante porque queríamos que a geração mais jovem combinasse com a história também. Por exemplo, quanto às habilidades do diretor Nakayama, que dirigiu o episódio 19 de Jujutsu Kaisen. Notei que os fãs adoraram e gostaram muito do seu trabalho na animação.

Sua habilidade é respeitada e bem recebida, e eu sabia que era um papel muito bom para ele. No entanto, ter apenas pessoas mais jovens pode ser um pouco desesperador porque é a primeira vez que eles fazem isso. Quanto ao roteirista, tivemos o Sr. Seko assumir esse papel como alguém com quem trabalhamos no passado, e nos sentimos muito confiantes em sua capacidade de ocupar essa posição.


Uma vez que o estúdio MAPPA está comprometido com diretores e funcionários mais jovens, como o roteirita Seko vai trabalhar com o diretor Nakayama? 

Não há diferença específica com o que costumo fazer com qualquer outra produção. O diretor faz um pedido para um determinado roteiro, e então eu escrevo um roteiro e o apresento para a equipe. O trabalho é o mesmo em termos de colaboração, no entanto, eu tenho uma faixa etária maior do que o diretor Nakayama.



Quanto a Denji e a Makima, como você equilibrou suas interações considerando sua relação complexa?

Os diálogos são os da série original, por isso tem muita diferença. Mas em termos de ênfase, nos certificamos de que as linhas de Makima eram muito mais sedutoras em relação a da Denji. Claro, não é só sobre seus diálogos. Também precisamos estar cientes da linguagem corporal e de como elas se comportam.

Enquanto o estúdio MAPPA continua trabalhando em projetos como o anime Chainsaw Man, como você equilibra os recursos da MAPPA para continuar lançando animes de alta qualidade? Especialmente o Sr. Otsuka, que está envolvido em séries que também estão em desenvolvimento.

Otsuka: Eu cuido disso corretamente. Séries como Chainsaw Man não são amadas apenas pelos fãs, mas também pelos próprios criadores. Estou sempre pensando em como a empresa vai proporcionar um ambiente onde esses criadores, que também amam esses títulos, possam colocar seu coração e alma.

O estúdio MAPPA tem frequentado constantemente a Anime Expo e tem se voltado para fãs internacionais. O que a MAPPA quer alcançar com eventos como o Anime Expo?

Otsuka: É muito importante poder experimentar pessoalmente as reações dos fãs e suas vozes nesses eventos e depois trazê-lo para a equipe no Japão. Compartilhamos o que vimos os fãs fazerem e como eles reagem aos nossos títulos e anúncios.

Kimura: É interessante ver como os fãs ao redor do mundo gostam e assistem anime. Também é importante ver que tipo de produtos e mercadorias estão disponíveis para fãs no exterior e referenciá-los também.

fonte: ANN
Manual do Otaku

"Uma chance num milhão é melhor que nenhuma chance!" – Dragon Ball

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
PUBLICIDADE