Produtor Afirma que Atualmente os Animes não são mais Focados no Mercado Japonês

Produtor Afirma que Atualmente os Animes não são mais Destinados ao Mercado Japonês

O portal japonês Akiba Souken publicou uma entrevista com o produtor de anime Yoshikazu Beniya, que trabalhou para a TV Tokyo na produção de importantes projetos de animação como Fairy Tail, Medaka Box, Gekkan Shoujo Nozaki-kun (Monthly Girls’ Nozaki-kun) e recentemente com os animes Shaman King (2020), Kyoukai Senki (AMAIM Warrior at the Borderline), Takt Op. Destiny e Komi-san wa, Comyushou Desu (Komi Can’t Communicate).

Produtor Afirma que Atualmente os Animes não são mais Destinados ao Mercado Japonês

Na entrevista, Beniya comentou alguns pontos importantes da sua carreira, os desafios da indústria de animes hoje em dia, a relação que existe atualmente entre a televisão e os meios de distribuição digital e os desafios futuros da indústria. No entanto, o comentário do produtor sobre o estado atual da indústria de animes foi o que mais chamou atenção, veja abaixo: 

Hoje em dia, os projetos de animação não são mais voltados para o público japonês. As emissoras de TV também estão envolvidas no negócio, então não é difícil de entender, mas acho que é melhor estar mais atento ao que os usuários querem ver nos novos projetos de animação. Antes, era decidido se um projeto de animação tinha sucesso com base nas vendas dos pacotes físicos, então eram os fãs japoneses que tinham o poder de decisão. Mas hoje, o sucesso é mais medido por qual plataforma de distribuição comprará os direitos da série e se ela teve sucesso no streaming fora do Japão. Ainda assim, eu gostaria de ver novamente que são os japoneses que têm o maior poder de decisão.


Manual do Otaku

"Uma chance num milhão é melhor que nenhuma chance!" – Dragon Ball

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem