Guia para Iniciantes nos Mangás

Guia para Iniciantes nos Mangás

 Talvez você ainda não seja um otaku, mas você já entendeu que um mangá é uma história em quadrinhos japonesa  em forma de séries que vendem milhões de cópias no mundo todo.

E hoje nós do Manual do Otaku decidimos fazer um guia para iniciantes nos mangás, onde vamos ensinar Os tipos de mangásOs temas abordados nos mangásComo ler um mangá.


Antes de mais nada O que é mangá?

Mangá é o nome dado às histórias em quadrinhos de origem japonesa. A palavra surgiu da junção de dois vocábulos: “man” (involuntário) e “gá” (desenho, imagem). Ou seja, mangá significa literalmente “desenhos involuntários”.

Embora as primeiras manifestações dos quadrinhos japoneses datem ainda do século XI, com caricaturas cômicas de animais chamadas “chôjûngiga”, foram necessários 600 anos para que o termo “mangá” efetivamente surgisse.

Foi em 1814 que o pintor Katsushika Hokusai lançou o primeiro encadernado contendo uma coleção de histórias com desenhos sequências. A série, que teve 15 volumes, foi batizada de “Hokusai Mangá”. A partir daí os quadrinhos japoneses passaram a ser chamados de “mangás”, no entanto, essa denominação seria consolidada somente no Japão pós- Segunda Guerra, já nos anos 1950, com as obras de Osamu Tezuka.


Guia para Iniciantes nos Mangás


Os tipos de mangás

Existem diferentes tipos de mangás, que lhe agradarão mais ou menos de acordo com os seus gostos, bem como com a sua faixa etária. É assim que os mangás japoneses são divididos, como uma série, que pode ser para crianças, adolescentes ou adultos. O que queremos dizer com tipo é, portanto, claramente o público alvo do mangá.

O primeiro tipo existente é o Shonen, para meninos. A editora mais representativa deste tipo de mangá é, sem dúvida, a Shonen Jump, a revista em que foram publicados Dragon Ball, Naruto, One Piece e Yu-Gi-Oh!. Se você já conhece essas referências, sabe do que estamos falando.

Os Shonen estão principalmente focados em ação, luta, aventura, humor e um pouco de romance. O herói, muitas vezes, é um menino que se tornará a cada vez mais forte para lutar por uma causa planetária. Essas aventuras geralmente serão mais longas do que as de outros gêneros.

O segundo tipo é o Shojo, o mangá para meninas. No Japão, é publicado principalmente em editoras como a Shueisha. Os grandes nomes de Shojo incluem Vampire Knight, Fruits Basket e Card Captor Sakura.

Você pode já suspeitar disso, mas o assunto principal do gênero Shojo é o amor. É clichê, mas funciona e não apenas com meninas. Há também esporte, música e fantasia nos temas. Os protagonistas são muitas vezes meninas jovens que se apaixonam pelo garoto do Ensino Médio... Mas esse cenário não é imutável!

O terceiro tipo mais comum é o Seinen, o mangá para o jovem, em outras palavras, o mangá para adultos. O gênero Josei é para mulheres jovens, mas a distinção é bem sutil, já que o gênero Seinen é tão atraente para os homens quanto para as mulheres. Os cenários desses mangás são mais maduros.

Para se manter em uma linha editorial madura, há o tipo Hentai, que provavelmente é inútil de apresentar. São mangás sexuais, variando de sensual a pornográfico. Nós não vamos recomendar títulos porque, bem, não é realmente o cenário que interessa...

Finalmente, temos o Kodomo, um tipo de mangá reservado para crianças.

Guia para Iniciantes nos Mangás

Os temas abordados nos mangás

  • ação; 
  • aventura; 
  • romance; 
  • ficção científica; 
  • fantasia; 
  • vida escolar; 
  • horror; 
  • esportes; 
  • música; 
  • humor.

dentre muitos outros....

Como você pode ver, vários temas são abordados em quadrinhos japoneses. Você terá uma enorme variedade de tópicos para explorar durante suas aventuras ilustradas nas obras dos mangakas.

O que é um Mangaka?
Mangaká (em japonês: 漫画家 lit. cartunista ou quadrinhista) é a palavra usada para um quadrinhista ou artista de banda desenhada no Japão. No Japão a palavra é utilizada para se referir a qualquer cartunista ou quadrinista, tanto japoneses quanto estrangeiros. (Um artista de mangá).

Como ler um Mangá?

Guia para Iniciantes nos Mangás

Muita gente se pergunta “Como ler um Mangá?”. Diferente das HQs, Comics e Gibis (Histórias em quadrinho do ocidente) os mangás são impressos de uma forma diferente, o modo correto para se ler um mangá é de trás para frente, o que seria o começo, no oriente é o fim. Muitos se confundem ao ler um mangá, pois não basta apenas ler de trás para frente, existem mais algumas regrinhas a seguir.

Para mangás físicos que são comprados em bancas ou pela internet, primeiro vá até o “final” do mangá e para mangás digitais apenas continue onde está, pois os leitores digitais são pré configurados; A partir daí leia os balões na parte superior à direita, e continue assim: de trás para frente, de cima para baixo… 

Veja alguns exemplos:

Guia para Iniciantes nos Mangás



Guia para Iniciantes nos Mangás


Guia para Iniciantes nos Mangás


Fontes: superprofotakubfx
Manual do Otaku

"Uma chance num milhão é melhor que nenhuma chance!" – Dragon Ball

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem